Skip to content

O que precisamos saber sobre Comida Orgânica

O que precisamos saber sobre Comida Orgânica

A maioria  dos alimentos que consumimos é industrializado e muitas vezes modificados geneticamente.




Contrariamente, nem toda comida é originada desta forma. Neste caso estaremos abordando nesse artigo o que precisamos saber sobre comida orgânica onde possui produção e origem diferentes.




Dentre vários questionamentos que se tem sobre a comida orgânica segue abaixo alguns destaques:

o que comida organica

Conceito de comida orgânica

Comida orgânica  é todo alimento que é originado com métodos tradicionais.




A comida orgânica só poderá ser assim chamada se no seu processo de produção não for adicionado a ela qualquer produto entre pesticidas e fertilizantes químicos. Todo o caminho de produção é feito com bases ecológicas sempre pensando em não impactar o meio ambiente de forma artificial.

Além disso a comida orgânica está ligada ao consumo de produtos sazonais, naturais. Como também numa vida mais saudável onde a comida tradicional tem total destaque.

Culinária orgânica

Levando em consideração que os alimentos orgânicos são cultivados sem agrotóxicos e outros defensivos agrícolas, a culinária orgânica vem a ser pratos elaborados com esses produtos puros sem toxinas e elementos químicos.

A culinária orgânica surgiu a partir da mudança de comportamento das pessoas onde a preocupação delas com a saúde aumentou. Entendendo também que esse consumo desenfreado de conservantes e derivados podem causar muitos malefícios a longo prazo, viram na culinária orgânica um caminho a ser seguido.

Então vem crescido bastante o seguimento de restaurantes com esse tipo de gastronomia saudável e sustentável.

comida organica

Diferença entre comida natural e orgânica

Essa é uma questão bem polêmica pois,  parece que ninguém consegue chegar a um consenso do que é natural e do que orgânico.

Sabe-se que um alimento para ser considerado orgânico, sua produção é fiscalizada e regulamentada legalmente pelo ministerio da agricultura. A comida deve ser produzida sem o uso de fertilizantes e pesticidas sintéticos, antibióticos, irradiação, hormônio de crescimento e modificação genética.

E os alimentos naturais não tem uma base legal, nem definição de leis que os regulamentam para dizer oficialmente. Sendo assim, não se sabe a quantidade de elementos que é preciso conter em sua estrutura para defini-los como naturais. O que se sabe é que eles tem menos conservantes que outros produtos processados.

Então no geral podemos definir que a comida orgânica é sem conservantes e a comida natural é aquela não alterada quimicamente ou sintetizada de forma artificial.

Quando consumimos comida natural e orgânica, estamos  ingerindo todos os nutrientes que esse alimento possui sem interferência química. Sabemos que a comida não natural perde muitos nutrientes, propriedades e benefícios.

sabemos que muitos agrotóxicos proibidos em países da União Européia e Estados Unidos ainda são utilizado aqui no Brasil. Por isso, optar pela comida natural, infelizmente, no nosso caso não é uma garantia de estar se alimentando de forma mais saudável. 

o que e comida organica

Comida orgânica custa caro?

O fato de hoje ter uma crença que a comida orgânica é cara acontece devido a uma cultura ja  impregnada ao longo de anos onde acredita-se que esses alimentos sejam para consumo de classes privilegiadas e elitizadas e inacessível a maior parte da população.

O mito de que “orgânico é mais caro” generaliza e encobre fatores que afetam a formação dos preços, mas que precisam ser esclarecidos.

Estudos recentes têm informado que a maior diferença de preços entre os produtos convencionais e orgânicos  não acontecem diretamente pela sua produção mas sim pelos seus certificados e locais que eles são comercializados 

Os preços de orgânicos em supermercados podem chegar a ser quatro vezes mais caros em relação aos que circulam fora deles. Quando comparados produtos convencionais nos supermercados com orgânicos oferecidos fora dessas áreas percebemos a diferença de valores.

Oportunidade de negócios para comida orgânica

Com o crescente interesse  da população em ter cada vez mais saúde para elevar o seu tempo de vida, nasce uma necessidade crescente por produtos saudáveis.

Então a oportunidade de investimento na área de alimentos sem agrotóxicos aparecem de forma crescente em nosso pais. A comida orgânica é um mercado que cresce acima dos dois dígitos por ano.

Segundo o Instituto de Promoção do Desenvolvimento (IPD), estimasse que o mercado de produtos orgânicos ja movimentou cerca de R$ 2,5 bilhões no Brasil em 2014, o que representa um crescimento de 25% ante 2013. A expectativa é que a tendência permaneça nos próximos e, em 2020, este mercado atinja o valor de R$ 10 bilhões.

Porém o grande aumento para a produção de orgânicos no Brasil ocorreu em 2011, quando o Ministério da Agricultura regulamentou o mercado através da Lei 10.831, criando um selo de produtos orgânicos para avalizar as empresas e estabelecimentos que produzem e comercializam esses produtos.

Quem é o consumidor de comida orgânica

Acredita-se que o crescimento e avanço do mercado de comida orgânica se deve a esse movimento global de menos impacto ao meio ambiente  onde também reflete em nosso pais. Segundo dados de nossos órgãos de pesquisa 68% dos consumidores afirmam preferir pagar mais caro por um produto que não impacta o ambiente.

Segundo pesquisa do IPD, realizada em 2011, os consumidores de comida orgânica são mais fiéis às suas marcas preferidas comprando  com mais frequência do que as demais pessoas.

Faz uma década que as lojas disponibilizam opções de verduras, legumes e frutas orgânicas. Atualmente, cresce o mercado para carnes, massas, molhos, sucos, geleias e cereais, possibilitando que o cardápio básico seja composto inteiramente por comida orgânica .E o consumidor orgânico também está mais disposto a consumir outros tipos de produtos.

Se é verdade que o mercado de comida orgânica está em franca expansão, também não se pode ignorar que algumas empresas largaram na frente. Um caso de sucesso é o Organomix, e-commerce especializado em produtos orgânicos fundado em 2012 no Rio de Janeiro. A empresa, que se expandiu para São Paulo em 2014, vende cerca de 4 mil itens e espera atingir o faturamento de R$ 3 milhões neste ano.

Este é um conceito que apresentam diferentes vertentes, uma vez que se encontram relacionadas à economia, a sustentabilidade do planeta, à saúde e ao modo de entender a vida.

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais…

Comentários

Comentários